NOTÍCIA

Confira dicas para escolher a melhor opção de aposentadoria

É muito importante explicar que a pessoa trabalhou a vida toda e recolheu para a previdência e não é por isso que precisa “aceitar” a primeira opção de aposentadoria. Cada caso é um caso, mas com o documentos corretos e seguindo os caminhos para analisar quais são seus direitos, o trabalhador pode sim ter opções diferentes de valores a receber como salário aposentadoria. Aí, vale a pena se informar e buscar qual alternativa vai gerar uma melhor renda para esta pessoa, já que, ter tudo organizado e atualizado por proporcionar “a melhor aposentadoria”, e isso é pra vida toda.

 

O site do INSS aponta quando o trabalhador vai se aposentar, mas não mostra todas as regras que existem. Nem sempre a primeira é a mais vantajosa. Então vou descrever aqui duas regras de ouro. A primeira regra de ouro é não aceitar a sugestão do INSS sem antes conhecer a segunda regra de ouro. Que é saber que existem cinco possibilidades de aposentadoria: com direito adquirido e quatro regras de transição. O valor de uma será maior que o valor da outra porque as fórmulas para calcular cada uma delas é diferente.

 

Para escolher a melhor aposentadoria é preciso definir quando (data) terá direito a cada uma delas. Muita gente pode se confundir na hora de fazer este cálculo. Então eu fiz uma calculadora que ajuda o trabalhador a definir isso. É só inserir os contratos de trabalho e as contribuições no site www.tempodeservico.com.br. É possível, inclusive, converter o tempo de serviço especial em comum.

Tags: INSS, aposentadoria, Previdência Social

Aposentfácil 2020 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: TECLABS